Fitoterapia

FitoterapiaA palavra fitoterapia é de origem grega, que significa phito (plantas) e therapia (tratamento), ou seja, tratamento com plantas. Ela se caracteriza pela utilização de extratos naturais (como plantas frescas ou secas, preparações a base destas) para prevenir, aliviar ou “curar” uma patologia. Para isso, diferentes partes das plantas podem ser utilizadas: raiz, casca, flores ou folhas, cada uma com sua função profilática ou terapêutica. Alguns alimentos e especiarias também são considerados plantas medicinais e fornecem sabores diferenciados na culinária. A fitoterapia oferece caminhos alternativos às terapias tradicionais, focando a natureza como objeto de escolha para a melhora da saúde.

As patologias da modernidade são multifatoriais, portanto o tratamento é mais complexo do que um medicamento indicado para reduzir um sintoma. É por isso que a Fitoterapia é tão completa, pois a sua eficácia terapêutica deriva da combinação de seus constituintes, oferecendo uma nova perspectiva de tratamento.

A Fitoterapia é uma importante ferramenta coadjuvante no tratamento nutricional e sua aplicação prática requer profundos conhecimentos bioquímicos e fisiológicos já que muitos fitoterápicos possuem diversos efeitos benéficos para a saúde, mas também efeitos colaterais e interações com alimentos e medicamentos. Portanto a prescrição deve ser feita pelo profissional capacitado para isto. A principal preocupação da fitoterapia é recuperar o paciente.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial