Em posts anteriores que falei sobre a obesidade citei várias vezes a Nutrição Funcional como aliada à nossa saúde. Mas afinal, o que ela é? Vamos entender um pouco sobre essa área da nutrição que traz o diferencial de olhar mais a fundo em cada indivíduo, e com isso compreender um pouco mais sobre meu trabalho.

A Nutrição Funcional engloba a interação entre todos os sistemas do organismo humano, enfatizando as relações que existem entre a bioquímica, a fisiologia e os aspectos emocionais e cognitivos dos indivíduos.

Nosso corpo é formado de milhões de células que se renovam a cada dia. Cada uma dessas células precisam de muitos nutrientes e compostos bioativos para garantir seu perfeito funcionamento. Quando o conjunto de células está funcionando adequadamente, isso garante que os órgãos executem suas funções de forma esperada. E um conjunto de órgãos saudáveis proporcionará saúde ao indivíduo.

Portanto, a Nutrição Funcional é uma ciência integrativa e profunda, que se baseia na pesquisa científica e a sua aplicação prática engloba tanto a prevenção como o tratamento de doenças, focalizando na avaliação de aspectos bioquimicamente unidos de cada organismo e levando em consideração o genótipo de cada pessoa e sua suscetibilidade genética.

O trabalho inicial é identificar todos os sinais e sintomas relacionados as deficiências ou excessos de nutrientes, hipersensibilidades alimentares, além da análise criteriosa da rotina e estilo de vida de cada um.

A nutrição otimizada é dirigida no sentido de maximizar as funções fisiológicas de cada ser humano, de maneira a assegurar tanto o bem-estar e a saúde quanto um risco mínimo de desenvolver doenças ao longo da vida.

A ideia de que, se fornecidas ao corpo as ferramentas corretas, ele tem a capacidade de curar a si mesmo, há muito tempo é estudada pelas ciências da saúde. Por séculos sociedades valorizaram a hipótese de que o corpo se auto-regula, e que as doenças e disfunções ocorrem quando esta auto- regulação é perturbada. Como base nesta filosofia está a citação de que a doença não é um inimigo, pelo contrário, é um sinal de que o corpo precisa se adaptar ou mudar, e lhe faltaram ferramentas devidas.

O objetivo da Nutrição Funcional é identificar estas necessidades individuais únicas, para que cada um, alcance seu estado ótimo de bem-estar. A análise das características individuais e condições adquiridas que predispõem a pessoa a doenças (antecedentes), elementos endógenos ou exógenos que afetam sua saúde em nível celular (mediadores) e fatores que estimulam a atividade dos mediadores (gatilhos) é fundamental durante o atendimento nutricional.

Resumindo a Nutrição Funcional e o meu trabalho, posso dizer que a conduta nutricional é extremamente individualizada e personalizada de acordo com as necessidades de cada pessoa. Consequentemente os objetivos podem ser alcançados de forma mais definitiva, fazendo com que a alimentação realmente saudável faça parte da vida, sem sacrifícios. Afinal, comer bem, além de nutrir nossas células, também nutre nossa alma.

Eu realmente acredito que somos tudo aquilo que comemos e que nossa vida tem fases, as quais podem interferir em nossas escolhas, depende de nós fazer delas aliadas ou inimigas. E sempre me dedico a isso durante minhas consultas: ajudar as pessoas a escolher melhor aquilo que comem, para que suas escolhas sejam suas amigas!!

A Nutrição Funcional para mim é um olhar mais profundo e criterioso sobre cada paciente. Ela é apaixonante e me fez amar ainda mais a minha profissão.

Fontes: Paschoal, 2007; Dolinsky, 2009.


0 thoughts on “O QUE É A NUTRIÇÃO FUNCIONAL?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts

Nutrição

ALIMENTAÇÃO PARA OSTEOPOROSE

A osteoporose é um distúrbio caracterizado pela redução da massa óssea, levando a um aumento da fragilidade esquelética e do risco de fraturas. É uma anormalidade no processo de remodelação óssea sistêmica, com desequilíbrio no Read more...

Nutrição

GORDURA SATURADA: VILÃ OU MOCINHA?

Para começar 2107 vou falar de algo que está sendo muito questionado ultimamente: a gordura saturada realmente faz mal para a saúde? Para responder a esta pergunta comecei a ler alguns artigos científicos e separei Read more...

Emagrecimento

DIETA CETOGÊNICA PARA A OBESIDADE: AMIGA OU INIMIGA?

Muito se fala atualmente em dietas com baixo teor de carboidratos. Durante os meus estudos sobre o assunto separei uma revisão bibliográfica sobre a dieta cetogênica, usada há muitos anos para alguns problemas de saúde Read more...